Redes Sociais
Pesquise

O quinto mês de gestação da Natália




Olá meninas, é ótimo estar aqui com vocês novamente, mês a mês, adorei escrever. Um mês se passou desde a última vez, estou com 22 semanas iniciando o sexto mês. 
 
Como passa rápido, pensar que já estou no meio da gestação, isso tem me causado um pouco de ansiedade, ultimamente estou pensando muito em como será depois que ela nascer, o rostinho, os traços, o cabelo, como vai ser nossa rotina, se vai correr tudo bem com a amamentação, quando e como vou retornar ao trabalho, mil coisas... mas vamos tentando controlar e não sofrer com esses sentimentos né? Viver uma coisa de cada vez, aproveitar esse momento tão gostoso, o apoio do Vinícius tem sido muito importante. 
 
Apesar de toda ansiedade foi um mês muito bom da gestação, pois começam os primeiros chutinhos, nossa é demais, que sensação deliciosa! A gente fica boba curtindo e na expectativa esperando, o marido então nem se fala. Às vezes fica ali minutos esperando o momento certo para sentir, conversando com a Beatriz pra conseguir um sinal dela, é muito gostoso. Quando estou sozinha coloco músicas com sons de natureza, tipo música de “relaxamento”, ajuda a tranquilizar e sentir ela.
 
Como falei pra vocês anteriormente, estou fazendo pilates há um mês, faço 2 vezes na semana e está sendo ótimo. Pretendo fazer até o final da gestação, normalmente tenho dores no nervo ciático e na lombar e isso tem me ajudado muito além de aliviar o estresse
 
Estou me preparando para um parto humanizado, não farei em casa, será no hospital. Estou com uma médica maravilhosa que nos deixa tranquila em relação ao potencial da mulher para o parto normal e escolhi uma doula com quem me identifiquei muito no primeiro contato e agora vamos começar as reuniões. 
 
Por eu trabalhar com Nutrição Infantil me deparava muito com o assunto antes mesmo de engravidar, mas não tinha pesquisado e estudado o suficiente para decidir se era isso que queria para mim ou não. Quando engravidei comecei a conversar com pessoas que já passaram por isso e me contaram um pouco da experiência, uma delas me chamou para ir em uma reunião de um grupo de gestantes, a reunião trataria sobre os tipos de parto, adorei a ideia e convidei meu marido para ir comigo, não foi muito feliz pois era um sábado a tarde de muito calor, mas foi hahahaha!
 
Não abordaram somente o parto humanizado, mas todos os tipos, saímos dali convencidos de que o parto humanizado era o que queríamos, essa escolha é muito individual, o importante é respeitar seus desejos e suas expectativas, não deixe que ninguém decida por você, mas fundamental é que a gente busque informação e estude muito para se empoderar desse momento único na vida da mulher.
 
Quanto a alimentação do segundo trimestre é importante darmos prioridade para alimentos ricos em ferro e cálcio os quais as necessidades estão aumentadas nesse período – alimentos ricos em ferro (carnes, folhas verdes escuras, talos de legumes como o da beterraba, ovo...), consumir junto alimentos ricos em vitamina C (limão, acerola, laranja, morango...), pois auxiliam na absorção do ferro;  alimentos ricos em cálcio (sardinha, gergelim, semente de girassol, quinoa, repolho, nabo, iogurte natural, tofu) não esquecendo de dosar vitamina D, pois se essa estiver baixa não ocorre a devida absorção de cálcio. É o que procuro fazer, além de comer muitas frutas, verduras e legumes, estou bebendo pelo menos 3 litros de água por dia.
 
Chegou a vez do ultrassom que nos causa maior preocupação e expectativa, o morfológico, mas graças a Deus está tudo bem com a formação da Beatriz, agora ela já está com 27cm e 480g. Bom por enquanto é isso que tenho para compartilhar.
 
Um beijo a todas e até a próxima!
Postado por Emma Fiorezi | 07 de Março de 2017
Tags: quinto mês, gestação, gravidez