Frete grátis acima de 349$ Enviamos para todo o Brasil! 6x sem juros
Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio
Dicas

Como calcular data do parto: 3 formas - Emma Fiorezi

Publicado em 12.06.2023 |
Visualizações
2.833 visualizações

Quem nunca quis saber a data do nascimento do bebê alguns meses antes? É natural que, durante a gestação, a futura mamãe tenha curiosidades em saber os principais detalhes de seu bebê, como o sexo e também as formas e possível data do parto.

Por isso, hoje trouxemos aqui algumas formas de calcular a data do parto e acompanhar de perto a sua gestação. Venha conosco nessa leitura!

O que é DPP?

Antes de ir para as formas de cálculo, é importante saber primeiro o que é DPP, já que é uma sigla usada o tempo inteiro nos conteúdos sobre cálculo de parto.

O DPP é a Data Provável do Parto e demarca a 40ª semana da gestação. Em resumo, não é que o bebê vai nascer ou deve nascer nesse dia, é apenas uma demarcação, já que a grande maioria dos partos acontecem entre a 38º semana e a 42º semana. 

Dessa forma, é mais fácil calcular uma data média para quando o parto deve estar próximo, sendo essa a 40ª semana. Com isso explicado, podemos passar para as formas.

Como calcular a data do parto? 3 formas

As formas de calcular a data do parto são essenciais para se manter atento aos sinais e as possibilidades durante a gestação, mas é preciso fazer esse cálculo junto de um médico especializado. 

Aqui estamos trazendo apenas as informações necessárias para que você fique a par de como funciona, combinado? Com isso esclarecido, vamos nessa:

1. Como saber a data do parto pela Regra de Naegele

Esse método para calcular a data do parto, apesar de nem sempre ser preciso, pode ser bem útil para mulheres que possuem um ciclo menstrual regular de 28 dias. 

Basta adicionar 7 dias e contar 9 meses depois do primeiro dia da última menstruação. Então, suponhamos que sua última menstruação começou no dia 1º de janeiro, adicione 7 dias e 9 meses, chegando a data 8 de outubro. Essa é a sua DPP!

Por não ser tão eficaz, esse método de contagem não é muito usado, mas pode lhe servir como guia em um primeiro momento. Mesmo assim, a passagem pela sua médica segue sendo essencial.

Confira também: Podmommy, os 5 podcasts sobre maternidade!

2. Como saber a data do parto pela concepção?

Neste método, basta pegar o dia da concepção, somar 280 e dividir por 7. Mas ele só funciona precisamente se você souber com toda a certeza a data da concepção, ok? Porque assim consideramos a primeira semana como a da data da concepção e somamos a quantidade de semanas totais para chegar à data.

Por exemplo: 12 de junho + 280 dias, dividido por 7, dá 41 semanas. Posteriormente, localizar 12 de junho no calendário, considerar esse dia como a primeira semana e contar 41 semanas, o que significa que a data provável é 19 de março.

3. Como saber a data prevista do parto pelo ultrassom?

Outra forma de calcular a data do parto é por meio do ultrassom. É bastante simples, afinal, a obstetra precisa apenas avaliar o tamanho do bebê e compará-lo com os tamanhos médios e características específicas das tabelas de crescimento fetal durante as semanas da gestação.

Além de ser o método mais preciso, é também o mais fácil para a mamãe, já que ela não precisará fazer contas ou aprender métodos online.

Vale lembrar que aqui estamos dando apenas uma palinha de informações para te guiar, mas a melhor forma de saber com segurança a sua DPP, é podendo contar com um profissional da saúde.

É possível o ultrassom errar a data da semana da gestação?

Conforme as semanas vão avançando, a margem de erro vai diminuindo, então o ultrassom realizado até a 12ª semana pode ser menos preciso e acabar errando da data. Segundo o IBMED, até a 12ª semana a margem de erro é de 8%.

Como saber se o bebê vem antes da data prevista?

O acompanhamento certinho com o seu médico obstetra vai te ajudar a saber se o bebê vai vir antes ou não. Alguns sinais podem ser vistos em ultrassons e outros podem ser sentidos pela mamãe, com claros sinais de trabalho de parto.

Agora, quanto aos sinais de nascimento prematuro, podemos citar:

  • Sintomas semelhantes aos da gripe, como náusea, vômito ou diarreia;
  • Dor nas costas, próximo da lombar, que incomoda em todas as posições;
  • Cólicas na parte inferior do abdome ou parecidas das menstruais;
  • Contrações no mínimo a cada 10 minutos;
  • Vazamento de fluido pela vagina;
  • Aumento de pressão na pelve ou na vagina;
  • Sangramento vaginal, incluindo os mais leves;
  • Aumento do corrimento vaginal.

A idade fetal é igual à idade gestacional?

Não. A idade gestacional abordada no resultado do ultrassom é feita com base no primeiro dia da menstruação. 

Por quê? Porque uma mulher pode ter mais de uma relação sexual durante o período fértil, assim como o espermatozoide pode levar até 3 dias para ser fecundado. Por isso, fica mais fácil manter uma contagem assertiva por meio da menstruação.

Para saber a idade do embrião, você só precisa diminuir duas semanas da idade gestacional, porque leva cerca de 14 dias depois da menstruação para a mulher ovular.

Ainda assim, quando for calcular a data do parto, faça-a com a idade gestacional e não a fetal. Inclusive, você pode também realizar esse cálculo por meio de calculadoras de gestação online. 

Os resultados são, é claro, apenas uma estimativa. Na dúvida, sempre opte por consultar um médico especializado.

O que achou do conteúdo? Esperamos ter ajudado no seu cálculo da DPP! Aproveite também para conferir nossas peças abaixo e até a próxima!

Sutiã de Amamentação

Calcinha para Gestante

Camisola para Gestante

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.